Quando você começar a planejar um projeto de reforma da cozinha, você pode não ter ideia de quanto o projeto pode custar. É por este motivo que muitas reformas acabam custando muito mais do que o planejado. Conheça 8 razões para a reforma da cozinha estourar o orçamento:

Dicas para não estourar o orçamento da reforma da cozinhaFonte: LKID.

1. Móveis personalizados: os custos com móveis de cozinha variam muito, em grande parte dependendo se eles são comprados prontos, modulares ou customizados de acordo com o espaço. Móveis comuns costumam custar muito mais barato do que os personalizados, enquanto os modulares possuem um valor intermediário.

É claro que uma cozinha decorada com móveis sob medida é linda e tende a ser melhor aproveitada, mas um projeto feito com modulares ou móveis prontos também pode ficar ótima. O segredo está em saber quanto você realmente pode e quer gastar com isso antes de começar a reforma. Tenha em mente que itens especiais ou personalizados geralmente custam mais.

Peça ao profissional responsável pelo seu projeto te mostrar as diversas opções e os custos de cada uma desde o começo da reforma. Se você está realizando a reforma por contra própria, talvez possa valer a pena ver o valor do mobiliário de cozinha antes mesmo de começar a reforma para saber qual opção é mais adequada.

2. Móveis com recursos especiais: além do design dos móveis, a parte interna deles pode aumentar os custos. Móveis com recursos especiais, com cantos mágicos, prateleiras removíveis, gavetas com divisórias especiais ou até rack para vinho encarecem o projeto e, antes que você perceba, o orçamento estoura.

Como prevenir que o orçamento estoure durante a reforma da cozinhaFonte: Diskin Designs.

Antes de se apaixonar com móveis com recursos especiais, você deve considerar o quanto você vai realmente usá-lo. Se esta for uma funcionalidade realmente utilizada, adicioná-la ao projeto pode valer o custo extra.

3. Bancadas: os custos com balcões variam muito. É claro que quem tem mais balcões vai gastar mais, mas o material das bancadas também influencia no valor final. Bancadas de laminado são relativamente acessíveis, mas não oferecem beleza nem durabilidade. Quartzo e granito normalmente funcionam bem, mas tendem a ser bem mais caros.

Uma opção razoável são os balcões de aço inox, que possuem valor acessível o oferecem uma ótima durabilidade. Certifique-se de verificar os custos das várias opções e não se esqueça que a combinação de diferentes materiais também pode ser uma ótima ideia.

4. Aparelhos: aparelhar uma cozinha não é barato, mas acaba sendo uma necessidade. Dependendo da marca, modelo e recursos, o valor gasto com eletrodomésticos pode somar uma cifra respeitável. Eletrodomésticos com acabamento branco tendem a ser mais acessíveis, enquanto os revestidos com inox ou coloridos são mais caros.

8 razões para a reforma da cozinha estourar o orçamentoFonte: The Cousins.

Faça sua pesquisa e descubra o que é mais importante, atende melhor as suas necessidade e se o preço dos recursos vale a pena para escolher eletrodomésticos bonitos, funcionais e que tenham boa durabilidade.

5. Problemas estruturais não previstos: você pode abrir uma parede e descobrir que há um enorme vazamento ou arrancar os pisos e se deparar com problemas estruturais imperceptíveis antes. Questões imprevistas podem consumir uma boa fatia do seu orçamento, fazendo com que a reforma ultrapasse o valor previsto.

Afinal, nem todos os problemas podem ser detectados com antecedência. Muitos arquitetos e empreiteiros recomendam reservar uma contingência de 20% do orçamento de reforma da cozinha para surpresas inesperadas.

6. Cumprimento de normas locais: principalmente prédios e condomínios possuem normas de segurança que precisam ser seguidas durante a execução das obras e várias outras sobre como o projeto deve ficar e também sobre horários, datas, etc. Seguir essas normas é importante, proporciona segurança a todos, mas pode encarecer o projeto.

8 razões para a reforma da cozinha estourar o orçamentoFonte: Kitchens by Peter Gill.

Ter uma obra paralisada por vários dias devido a um feriado prolongado, por exemplo, pode sair caro e estressante. Além disso, ter horários estipulados para começar e terminar diariamente os trabalhos também pode levar a pequenos atrasos, o que encarece a obra e estoura o orçamento. O ideal é planejar a obra com antecedência e levar em conta todas as normas locais.

7. Mudar de opinião: para fazer o orçamento de uma obra é importante saber o que você quer mudar e ter muita certeza disso desde o início dos trabalhos de construção. Afinal, se você mudar de ideia no meio do caminho, vai acabar gastando muito mais dinheiro não só por mudar o projeto, mas também por atrasar o cronograma.

Por isso, antes de começar a reforma, tenha certeza absoluta do que deseja fazer. E se mudar de ideia no meio da reforma, saiba que isso provavelmente vai estourar seu orçamento e você não poderá culpar ninguém além de si mesmo.

8. Expansão da reforma: quando sua reforma da cozinha já está acontecendo e, de repente, você decide que também quer trocar os portais, refazer a guarnição da porta ou adicionar ao projeto qualquer característica que não havia sido combinado anteriormente acaba expandindo a reforma, o que vai tornar o projeto mais caro.

Deixe seu Comentário

Comentários