Conforto é um elemento essencial que, devido ao estilo de vida moderno, ás vezes fica aquém do que deveria. Cada um de nós tem tido uma vida estressante que só para quando começamos a sentir toda a carga desse estresse. Dores nas costas, dores no pescoço, dores de cabeça, dentre outros desconfortos tão comuns hoje em dia, tornaram-se uma parte inevitável de nossas vidas. A situação é tão crítica que, mesmo utilizando os móveis fisiologicamente mais desconfortáveis para dormir, relaxar, sentar e trabalhar, as pessoas acreditam que estão relaxadas.

Móveis ergonômicos no ambiente de trabalhoFonte: Casa3 Arquitetura.

Cada ser humano é único e, por isso, a sua fisiologia também é única. Por isso, nem sempre é possível utilizar o mesmo mobiliário para atender a todos. O corpo humano é curvilíneo e requer alguns cuidados para a perfeita adequação. No entanto, o estilo de vida altamente exigente e estressante do mundo de hoje começou a afetar negativamente a fisiologia humana.

Pensando nisso, percebe-se uma necessidade crescente de mobiliário que se ajuste ao estilo de vida humano moderno. O mobiliário deve ser capaz de cuidar do corpo humano sob as condições mais estressantes e agir como uma “enfermeira”, eliminando as posturas humanas mais prejudiciais automaticamente e ajudando o corpo a se manter na melhor forma possível.

Ergonomia é o estudo da interação entre os seres humanos e o seu ambiente. Ergonomistas, após exaustiva investigação, criaram mobiliários que se adaptam às necessidades exigentes do corpo humano e do estilo de vida atual. Vulgarmente conhecido como mobiliário ergonômico, esses móveis fornecem o máximo apoio que o corpo necessita.

Móveis ergonômicosFonte: Casa 3 Arquitetura.

A gama de móveis ergonômicos é enorme e consiste em cadeiras, mesas, estações de trabalho, teclados, mouse e muito mais. Cada peça de mobiliário é construída para proporcionar menos estresse para os músculos durante o trabalho. Esses móveis tende a prevenir todas as lesões por esforço repetitivo e os problemas de síndrome do túnel do carpo. Os funcionários que trabalharam utilizando esse tipo de mobiliário costumam relatar que sentem menos dores nas costas e em outras áreas relacionadas, como ombros, braços e pulsos.

Quem está em busca de móveis ergonômicos, seja para o escritório ou para o home office, deve buscar certas características ao adquirir seu mobiliário. As peças de mobiliário ergonômico são altamente ajustáveis para se adaptar as várias estruturas e tamanhos de corpo. Eles reduzem o estresse e fadiga, que pode afetar os músculos e esqueleto humano devido ao trabalho repetitivo. Esses móveis são um pouco mais caros do que as peças de mobiliário tradicional. No entanto, a compra de móveis ergonômicos deve ser encarada como um investimento que dá muitos resultados a longo prazo, prevenindo doenças e mantendo o corpo mais saudável.

Mais importante do que ter um mobiliário ergonômico é saber ajustá-lo de forma adequada, permitindo sua melhor utilização. Por exemplo, uma cadeira ergonômica pode dar o máximo de apoio para as costas, ter braços mais confortáveis e material flexível. No entanto, se não ajustarmos sua altura, todas essas importantes características não farão efeito e a cadeira continua sendo desconfortável. Mesas ergonômicas também são altamente ajustáveis e devem ser adaptadas para a pessoa que vai utilizá-la.

ErgonomiaFonte: Casa3 Arquitetura.

Além de ergonomia no escritório na forma de apoio para pulsos no teclado e no mouse, estações de trabalho adaptadas, mesas ergonômicas, etc, também é importante ter travesseiros, colchões, camas e outros itens adaptados para cada pessoa, para seus momentos de relaxamento em casa. Não adiante ter uma estação de trabalho adaptada se, nos momentos em casa, a pessoa não tem móveis e objetos que ajudam a relaxar. Se você deseja viver bem e com um nível de estresse mínimo, deve se preocupar com a ergonomia dentro e fora do ambiente de trabalho.

Deixe seu Comentário

Comentários