Não importa se você está trabalhando com o que já possui ou se irá começar do zero: quando você vai decorar um cômodo acaba utilizando alguns princípios do design de interiores mesmo se saber. Os elementos de design incluem espaço, linha, forma, cor e textura. Os princípios de design relacionam a forma como você usa esses elementos no espaço.

Principio de design de interioresFonte: Arquitetude.

Conheça os princípios de design de interiores

Equilíbrio: o balanço visual chama-se equilíbrio. Isso acontece quando você observa um cômodo e tem a sensação de que está tudo harmonizado. Elementos como linha, forma, cor e textura ajudam a determinar quanto cada objeto pesa na decoração, contribuindo na busca de um melhor balanço visual. Equilíbrio também se refere a como e onde colocar os elementos (linha, forma, cor e textura) dentro do espaço. Para manter o equilíbrio, tente distribuir os elementos igualmente por todo o cômodo.

Existem duas formas de equilíbrio: o formal e o informal. Equilíbrio formal refere-se ao equilíbrio simétrico, quando criamos um efeito de espelhamento por todo o espaço. Um exemplo simples é colocar dois vasos sobre um móvel, um em cada ponta, criando uma distribuição uniforme que remete a um equilíbrio. Já o equilíbrio informal usa objetos diferentes com o mesmo peso visual para criar equilíbrio em um cômodo. Ele é mais sutil e espontâneo e dá uma sensação mais aconchegante e casual.

Ênfase: a ênfase é o ponto focal do cômodo. O ponto focal deve ser óbvio desde a hora que você entra no espaço; é a área para qual o seu olhar é atraído. Tudo o que é o centro das atenções num cômodo é considerado como ênfase e deve ser suficientemente interessante para atrair o olhar para a área em destaque. Você pode dar ênfase a um ponto focal natural ou criar um em um quarto através do uso eficaz de linhas, formas, cores e textura.

Design de interiores da salaFonte: Arquitetude.

Ritmo: pode parecer engraçado falar de ritmo em design de interiores, mas ele existe e fornece a disciplina que controla como o olhar como se move em torno do cômodo. O ritmo ajuda os olhos a passarem facilmente de um objeto para outro, criando uma harmonia que une todos os elementos do espaço. O ritmo é criado através da repetição da linhas, formas, cores e texturas. Ele também pode ser criado por meio de progressão gradual, através do aumento ou diminuição no tamanho, na direção ou na cor, por exemplo.

Proporção e escala: relações de tamanho em um quarto são definidos por proporção e escala. Proporção refere-se à forma como os elementos relacionam-se com o espaço. Já escala refere-se ao tamanho dos objetos comparados entre si e com o espaço do cômodo. É importante encontrar a harmonia entre proporção e escala para que o cômodo não pareça abarrotado ou vazio demais.

Harmonia e unidade: um espaço bem concebido é um todo unificado que abrange todos os outros elementos e princípios de design. A unidade assegura um sentido de ordem. Há uma consistência de tamanhos e formas, uma harmonia de cor e padrões. O objetivo final da decoração é criar um espaço com unidade, harmonia e senso de ritmo. Repetindo elementos, equilibrando-os por todo o espaço, e, em seguida, adicionando um pouco de variedade para que o cômodo tenha personalidade própria.

Deixe seu Comentário

Comentários