Pode não parecer, mas toda obra tem uma ordem certa para ser executada, para que a casa fique perfeita e o proprietário do imóvel (no caso, você) fique satisfeito com o resultado. Se você não sabe se deve começar a pintar a casa ou reformar o piso, veja o que fazer primeiro para obter o melhor resultado possível.

Reforma da casaFonte: All check.

Saiba que, antes de começar a trocar o piso ou pintar as paredes, é importante fazer uma avaliação estrutural do imóvel e uma relação de todas as reformas que necessitam ser feitas. Se a casa apresentar problemas estruturais, pode ser válido consertar esses problemas antes de fazer as mudanças estéticas. Afinal, esse é o tipo de problema que costuma se agravar com o passar do tempo.

Se você pretende derrubar ou construir paredes, criar novos pontos de elétrica ou até ter um novo projeto de iluminação, é necessário pensar nisso tudo antes de pintar as paredes e o teto, para que não haja necessidade de refazer tudo num futuro muito próximo. Reformas hidráulicas também devem ser feitas antes de se fazer a pintura da casa ou trocar o piso.

Depois de todos esses passos, é a hora de tapar buracos antigos nas paredes e arrumar a superfície se ela estiver irregular. Se você reparou alguma rachadura numa parede ou teto, isso deve ser analisado por um especialista. Muitas vezes a rachadura pode ser só da pintura antiga; outras, a rachadura pode significar um problema muito mais profundo que deve ser tratado para não afetar a estrutura da casa.

Após todos esse processos, chega a hora de decidir se é melhor pintar as paredes primeiro ou assentar o piso. Isso depende muito do dono do imóvel, mas geralmente a parte do piso é feita primeiro. Isso porque a instalação do piso costuma sujar muito a casa e o acabamento do rodapé pode acabar sujando as paredes recém-pintadas.

Pintar a casa ou reformar o piso: o que fazer primeiro?Fonte: Konkurent6.

A instalação do piso tende a gerar vários resíduos que ficam em suspensão no ar e podem grudar na superfície das paredes, arruinando a pintura e levando a necessidade de realizar um novo trabalho de pintura. E ninguém gosta de pagar novamente por um trabalho que praticamente acabou de ser feito.

Além disso, as pessoas responsáveis por assentar o piso nem sempre têm o cuidado que os donos da casa teriam ao circular pelos ambientes e podem acabar esbarrando nas paredes, deixando-as sujas, o que pode manchar a pintura recém feita, tornando necessário pintar novamente as paredes.

Quem tem piso de madeira e não vai trocá-lo, mas pretende mandar reformá-lo, deve fazer o trabalho antes de pintar as paredes. Ao lixar a madeira, o resíduo que se desprende do piso tende a grudar nas paredes, o que pode manchar e estragar a pintura. Outro problema que pode ocorrer é a resina usada no piso respingar na parede, também causando manchas e estragando a pintura da casa.

Por outro lado, há quem prefira pintar a casa primeiro e instalar o piso depois. Isso porque a pintura das paredes e do teto tende a respingar no piso, causando manchas que nem sempre são fáceis de tirar. Afinal, os solventes utilizados para retirar manchas de tinta podem manchar o piso, principalmente se ele tiver uma superfície lustrosa.

Reformar o piso ou pintar paredesFonte: Home NK.

Felizmente, esse tipo de problema é fácil de evitar. Basta prender com algum tipo de fita adesiva jornais ou lonas sobre o piso. A fita evita que o material usado como cobertura para o piso saia do lugar, evitando assim as tão indesejadas manchas e necessidade de removê-las.

E você, prefere pintar a casa ou reformar o piso primeiro?

Deixe seu Comentário

Comentários