A cor roxa é associada a realeza e transmite sentimentos de riqueza e abundância. Por outro lado, o roxo também é uma cor ligada ao espiritual e que pode representar magia, mistério e imaginação. Por isso, se você pensa em usá-la em casa, veja algumas dicas para usar roxo na decoração.

Como acrescentar tons de roxo na decoraçãoFonte: Houzz – Rachel Laxer Interiors.

Segundo o feng shui, o roxo é a cor da espiritualidade e da abundância, tornando-se uma escolha natural para escritórios ou outros espaços dedicados a concentração ou meditação. Como é composto por vermelho (fogo) e azul (água), o roxo acaba sendo uma cor equilibrada e que transmite uma energia calmante.

Um tom de alfazema leve que tenha mais azul do que vermelho pode ser usado com muito sucesso em um quarto, enquanto tons mais avermelhados devem ser reservados a espaços destinados a atividades mais ativas.

Na meditação, o roxo está associado ao chakra da coroa, que fica no topo da cabeça (ou mesmo acima dela) e representa a espiritualidade, a iluminação, a beleza interior e exterior, a paz e a bem-aventurança. Por isso, pode ser mais fácil encontrar formas de se concentrar quando estamos em um espaço roxo ou mesmo se mentalizarmos essa cor.

O roxo também é uma cor bem comum na natureza e tende a nos trazer a mente campos de lavanda e seu cheiro super agradável. Existem muitas flores e frutas que são roxas, além de alguns legumes, o que torna o roxo e seus diferentes tons bastante populares pelo mundo todo. E talvez por causa de toda essa popularidade natural, o roxo também esteja associado a abundância.

Como usar roxo na decoraçãoFonte: Houzz – Elad Gonen.

Se você está querendo criar um projeto de decoração com base em tons de roxo, saiba que as tonalidades mais escuras, como o ameixa, tendem a deixar o espaço mais elegante. Se você quiser fazer com que um cômodo pareça maior, pinte a parede de fundo dela com um tom de roxo escuro, criando uma sensação de que ela está mais longe.

Já os tons mais suaves de roxo podem precisar de contraste para aparecerem. Eles combinam bem com branco e marfim, mas ficam ainda melhores junto de um cinza escuro, principalmente quando existe uma intenção de manter a característica mais nobre do roxo em evidência. Para um contraste ainda maior, misturar roxo com verde pode ser uma opção bastante interessante.

Tons claros de roxo, como a lavanda, ajudam a criar uma atmosfera de relaxamento e tranquilidade, que são ótimas para ambientes como quartos, berçários ou até para a sala de estar. Os tons mais escuros de roxo, como ameixa ou berinjela, são considerados neutros e elegantes e podem tornar a sala de estar ou o home office mais bonito e elegante, principalmente quando combinados com outros tons neutros.

É claro que você saberá dizer, melhor do que ninguém, qual o matiz certo para sua casa. A forma com que nos sentimos em relação as cores é o que, na maior parte das vezes, dita a forma como elas serão utilizadas na decoração da casa. Se você quer usar roxo na decoração, explore suas diferentes tonalidade para encontrar aquelas que se encaixaram melhor na sua casa.

Dicas para usar roxo na decoraçãoFonte: Houzz – Amberth.

Aproveite o momento de experimentação e faça algumas explorações adicionais, tais como:

  • Visitar um local aberto, como um jardim, e observar como a cor roxa aparece na natureza;
  • Procure uma livraria, folheie os livros que chamarem sua atenção na seção de design de interiores e perceba como o roxo é usado em projetos profissionais;
  • Visite uma loja de materiais de construção, veja as tonalidades de roxo disponíveis e tente arrumar algumas amostras de tinta para fazer testes em casa;
  • Vá a uma galeria ou museu e veja como os diferentes tons de roxo são utilizados nas obras de arte de diferentes épocas, pois isso também pode servir de inspiração para usar na sua casa.

Deixe seu Comentário

Comentários